Notícias
Now Reading
Apple lança novo MacBook 2015
Nerds e Geek
2
Tela de retina tem 12 polegadas, com resolução de 2304x1440 pixels. Notebook apresentado nesta segunda-feira (9) nos EUA pesa 0,9 kg.





style="display:inline-block;width:728px;height:90px"

data-ad-client="ca-pub-7695476125754191"

data-ad-slot="1304504830">


Novo MacBook é 24% mais fino, mais leve e mais potente.

O novo MacBook roubou a cena no último evento da Apple, nesta segunda-feira (9). Enquanto muitos esperavam apenas o iWatch, o novo notebook da companhia surpreendeu com um design superfino, novas funcionalidades e mudanças importante em relação às linhas Air e Pro. Para te ajudar a ficar por dentro da novidade, reunimos alguns “segredos” do novo MacBook da Apple. Confira:

A tela de retina é de 12 polegadas, com resolução de 2304×1440 pixels. Ele chega ao mercado nos EUA em abril, disponível  em 3 cores: prata, cinza espacial e dourado.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=CrBT6k7RMao[/youtube]

Na versão nacional loja online da empresa, o modelo de entrada novo MacBook tem processador Intel Core M Dual Core  de 1,1 GHz, 256 Gb de memória flash, 8 Gb de memória RAM e gráficos Intel HD Graphics 5300. O aparelho custa R$ 8.500.

Já o modelo mais avançado, com processador Intel Core M Dual Core de 1,2 GHz, 512 GB de espaço, 8 GB de memória RAM e placa de vídeo Intel HD Graphics 5300 sai por R$ 10.500. Ambos os notebooks não têm previsão de entrega no Brasil.

Nos EUA, o novo MacBook de entrada custa a partir de US$ 1.300, enquanto a versão mais potente sai por US$ 1.600. Segundo a empresa, os notebooks estarão disponíveis para compra a partir de 10/4.

Screen Shot 2015-03-11 at 12.06.10 PM

A Apple também renovou a linha de MacBooks Air, adicionando o processador Intel Broadwell, de 5ª geração. Os notebooks já estão disponíveis para compra, custando a partir de R$ 5.900 no modelo mais básico (com tela de 11 polegadas, 128 GB de espaço e 4 GB de memória interna), chegando a R$ 7.700 do modelo mais potente, com tela de 13 polegadas, 256 GB de espaço interno, 4 GB de memória RAM e processador i5 dual core de 1,6 GHz.

De acordo com o site da companhia, o envio dos novos modelos do MacBook Air é feito “entre duas e três semanas”.

Screen-Shot-2015-03-10-at-21.13.02

MacBook remodelado

Este é o primeiro MacBook da Apple sem nenhum tipo de ventoinha. Ele chega com o processador Intel Core M, de quinta geração, consumindo 5 watts. O vice-presidente de marketing da Apple, Phil Schiller, disse que a bateria do novo Mac dura até 10 horas.

O novo MacBook possui o conector “USB-C”, capaz de suportar conexões USB, DisplayPort, de energia, HDMI e VGA, tudo em um único conector, um terço menor do que o USB tradicional. Essa porta possui compatibilidade a plugs USB 2.0 e 3.0, contudo, a conexão precisa ser feita por meio de um adaptador.

De acordo com a Apple, em 10 anos, o mercado teve queda de 2% na compra de notebooks, mas a venda de Macs cresceu 21%. “Pegamos o que aprendemos sobre o desenvolvimento do iPhone e do iPad para nos desafiarmos a reinventar o notebook”, disse Cook.

Mais fino do que o primeiro iPad

Tablets roubaram espaço dos notebooks quando o assunto era portabilidade em casa, mas o novo MacBook parece lutar para reconquistar esse espaço. A novidade da Apple consegue ser mais findo do que a primeira versão do iPad: são 13,1 mm contra 13,4 mm. Ainda que a comparação possa parecer injusta, o novo notebook não deixa de apresentar uma grande evolução em relação aos 27,4 mm do MacBook de 13 polegadas lançado no mesmo ano do que o iPad.

Câmera frontal SD deixa a desejar

Se você gosta de bater papo com seus familiares e amigos no Skype ou no FaceTime, o novo MacBook pode não ser uma boa escolha. O aparelho traz uma câmera com resolução SD (480p), bastante inferior aos padrões atuais, e que devem gerar imagens insatisfatórias em monitores com tela Retina. Para se ter uma ideia, ao usar o novo notebook da Apple, você terá uma imagem com tamanho correspondente à câmera frontal do iPhone 4 e inferior ao sensor HD dos demais Macbooks.

Melhores alto falantes

A Apple melhorou o posicionamento dos alto falantes do novo MacBook em relação ao modelo Air. Localizadas anteriormente nas laterais do notebook, as saídas de som estéreo agora ficam localizada próxima à tela do aparelho, na extremidade superior do teclado. Além disso, como o novo computador dispensa o uso de ventoinhas, é mais silencioso. Sendo assim, o som tende a ser mais alto e ainda mais claro para os usuários.

Adaptadores, adaptadores e mais adaptadores…

A Apple optou por adotar um novo padrão de conector no seu computador. Trata-se do USB-C, que é bastante versátil, servindo para carregamento, saída de áudio, entre outros. O grande problema é que este é a única entrada presente no MacBook, além da saída de fones de ouvido, e o padrão é pouquíssimo utilizado atualmente. Ou seja, para poder usar um pendrive, carregar um computador ao mesmo tempo ou conectar a um monitor externo, o usuário precisará comprar adaptadores da empresa. No entanto, estes não são nada baratos.

New-Generation-of-Macs-in-2015-Will-Have-Touch-ID-Fingerprint-Sensors-Rumor-473474-2

Sem conector MagSafe

O conector magnético da Apple é um dos grandes sucessos dos MacBooks por oferecerem mais segurança e praticidade. No entanto, o novo computador perdeu essa características. Como citado anteriormente, o novo USB-C será o único conector do aparelho e servirá, entre outras coisas, para carregamento. Com isso, os usuários não terão os benefícios oferecidos pelo conector clássico dos computadores da Apple.

Nada de maçã iluminada

Um dos ícones dos produtos da Apple é a maçã na parte traseira dos mesmos, que é iluminadas nos notebooks da empresa. No entanto, o novo MacBook traz a logo da empresa apenas espelhada, similar à encontrada nos iPads. A justificativa da empresa é que o notebook é tão fino que não haveria a possibilidade de introduzir a maçã luminosa na parte traseira da tampa. Embora seja uma questão puramente estética, o detalhe gerou certo descontentamento.

MacBook traz única entrada USB-C, o que deve obrigar usuário a comprar adaptadores (Foto: Divulgação/Apple)

Simulação de cliques

Um fato curioso a respeito do novo notebook é que o trackpad do aparelho é capaz de simular cliques, embora, na verdade, não haja nenhum movimento. Isso acontece porque o Force Touch, como foi batizado, é fixo no corpo do aparelho e não é capaz de subir e descer quando pressionado. No entanto, para não quebrar a experiência do usuário, a Apple implantou um sensor na parte inferior do trackpad que reconhecerá o toque do usuário e emitirá uma resposta tátil, como se fosse um clique em um notebook qualquer.

Nova fonte no teclado

Um detalhe bastante específico e que pode passar desapercebido diante do novo teclado do MacBook é a mudança na fonte do aparelho. Desde 1999, com o lançamento do iBook, a empresa norte-americana usa os caracteres Vag Rounded em seus teclados. No entanto, o novo computador adotou a fonte San Francisco, a mesma presente no relógio Apple Watch. A tendência é que a empresa leve a mudança para todos os futuros lançamentos.

Sem ventoinhas

Embora a Apple tenha tocado no assunto durante a apresentação, um ponto de destaque do novo MacBook é a ausência do cooler de refrigeração dos componentes. Tudo isso graças ao novo processador Intel Core M, que dispensa a necessidade de dissipação de calor como nos chips convencionais. O uso do chip não chega a ser uma novidade e está presente, por exemplo, no LenovoYoga Pro 3, mas não deixa de ser um atrativo para a linha de notebooks da Apple.

Apple-MacBook-2015

Comente no Facebook

comentários

What's your reaction?
Adorei!
0%
Gostei.
0%
Interessante...
0%
Hã!?
0%
Aff...
0%
Péssimo!
0%
About The Author
Christian Andrade
Empreendedor, facilitador em serviços e soluções tecnológicas. Profissional em Marketing Digital, ministrante de cursos e prestador de consultoria que visam obtenção de resultado por meio da internet.
2 Comments

Leave a Response






style="display:inline-block;width:728px;height:90px"

data-ad-client="ca-pub-7695476125754191"

data-ad-slot="1304504830">